No Dia das Boas Ações, maior movimento social e de voluntariado do planeta, vamos reunir as organizações que precisam de apoio com as pessoas que querem colaborar com as mais diversas causas. E não se preocupe, apesar do nome, teremos muitos momentos juntos. A vontade de ajudar é tão grande que no Brasil o nosso Dia das Boas Ações dura uma semana inteira e pode se estender para parcerias ainda maiores entre as voluntárias, os voluntários e as organizações. Já estamos na 8ª edição nacional e, ao longo dos anos, mais de 100 mil voluntárias e voluntários e mil ONGs se envolveram no movimento. Agora é sua vez!

Se você é um cidadão que quer contribuir, o Dia das Boas Ações é para você e tem oportunidades de eventos e vagas voluntárias

Se você é uma organização social, coletivo ou movimento, o Dia das Boas Ações vai ajudar a potencializar sua atuação. Cadastre vagas na Semana das Boas Ações e participe dos eventos presenciais.

Faça parte e descubra que a transformação é coletiva e todo dia é dia de boas ações.

O Dia das Boas Ações movimenta gente de todo
o planeta e em todas as regiões do Brasil:

países participantes
voluntários
ONGs envolvidas
pessoas impactadas

Podem criar ações e cadastrar vagas para a Semana das Boas Ações, convocando voluntários e potencializando suas atuações. Também participam de oficinas e recebem materiais de mobilização.

Pessoas de todo o Brasil podem ser voluntárias participando de formações, desenvolvendo atividades em suas comunidades, conhecendo e atuando com ONGs das mais diversas causas. E, claro, aproveitando os eventos que acontecem em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Santo André.

Empresas do setor privado ou do terceiro setor podem se tornar parceiras do Dia das Boas Ações com divulgações, doações de recursos como transportes e alimentação e realizando ações com os seus colaboradores durante a Semana das Boas Ações. Escreva para gente e saiba mais: nina@atados.com.br

Nenhuma vaga encontrada

O Dia das Boas Ações acontece no Brasil com a parceria entre o Governo Federal,
financiadores e organizações da sociedade civil.

Clique aqui e confira como foi a última edição.